Visita de estudo de EMRC 2.º CEB a Arouca

Visitas: 136

Os alunos de EMRC do segundo ciclo do nosso agrupamento, no dia 14 de maio, participaram numa visita de estudo a Arouca.

A manhã foi passada no centro de Arouca, com a visita ao Museu de Arte Sacra instalado no antigo Mosteiro. Depois de um agradável piquenique no parque de merendas do Merujal, iniciou-se um percurso pedonal que levou pelo miolo da Serra da Freita até a um miradouro de onde se avista a famosa Frecha da Misarela (uma das maiores quedas de água da Europa) e, um pouco mais acima, a torre do radar meteorológico de Arouca. Deste miradouro, foi fácil reconhecer a falha geológica que enriquece a paisagem da serra.

 

A caminhada terminou na aldeia de Albergaria da Serra mas, antes do regresso, ainda houve tempo para espreitar as famosas “pedras parideiras”, fenómeno geológico único no mundo.

Por entre lendas de cristãos e mouros, a história de Portugal foi aparecendo nas palavras das guias do museu e nas palavras dos professores que acompanharam a visita. As características da arte barroca, bem patentes na Igreja, foram explicadas. O magnífico órgão Ibérico da igreja, mesmo que em silêncio, impressionou pela sua imponência enquanto os alunos experimentavam o cadeiral onde, até ao século XIX, a freiras cantavam a liturgia das horas.

A importância da preservação do património artístico, bem como do património natural saiu bem reforçada na memória dos participantes. Os valores ambientais foram um dos aspetos importantes da visita.

Os telemóveis e as consolas ficaram esquecidos por largas horas. Foi um dia em que os alunos puderam treinar o olhar para apreciar, quer as coisas belas que o ser humano é capaz de realizar, quer as coisas belas que ao ser humano foram confiadas, e puderam perceber a arte sacra como fruto da relação entre essas duas realidades.

Veja aqui a galeria fotográfica.